quarta-feira, 30 de abril de 2014

Trechos brilhantes do Evangelho segundo o Espiritismo

Ajuda-te, e o céu te ajudará


"Se Deus houvesse isentado o homem do trabalho do corpo, seus membros estariam atrofiados; se o houvesse isentado do trabalho da inteligência, seu espírito teria permanecido na infância, no estado de instinto animal.; por isso, lhe fez do trabalho uma necessidade e lhe disse: Procura e acharás, trabalha e produzirás; dessa maneira serás o filho das tuas obras, delas terá o mérito e serás recompensado segundo o que tiveres feito."



Eficácia da Prece


"O que quer que seja que pedirdes na prece, crede que o obtereis, e vos será concedido." (São Marcos, cap. XI, v.24)



"Sem nenhuma dúvida, há leis naturais e imutáveis que Deus não pode derrogar segundo o capricho de cada um; mas daí a acreditar que todas as circunstâncias da vida estão submetidas à fatalidade, a distância é grande. Se assim fora, o homem não seria senão um instrumento passivo, sem livre-arbítrio e sem iniciativa. Nessa hipótese, não teria senão que curvar a cabeça sob o golpe de todos os acontecimentos, sem procurar evitá-los; não devia procurar desviar o raio. Deus não lhe deu o discernimento e a inteligência para deles não se servir, a vontade para não querer, a atividade para permanecer inativo. Estando o homem livre para agir, num sentido ou noutro, seus atos têm, para eles e para os outros, consequências subordinadas àquilo que faz ou que deixa de fazer." 



"O que Deus concederá, se se dirige a Ele com confiança, é a coragem, a paciência e a resignação. O que concederá, ainda, são os meios de sair por si mesmo da dificuldade, com ajuda das ideias que são sugeridas pelos bons Espíritos, deixando-lhes, assim, o mérito."


Ação da prece. Transmissão do pensamento


"A prece é uma invocação; por ela se coloca em comunicação mental com outro ser ao qual se dirige. Ela pode ter por objeto um pedido, um agradecimento ou uma glorificação. Pode se orar por si mesmo ou por outrem, pelos vivos ou pelos mortos. As preces dirigidas a Deus são ouvidas pelos Espíritos encarregados da execução das suas vontades; aquelas que são dirigidas aos bons Espíritos são levadas a Deus.
Pela prece, o homem chama para si o concurso dos bons Espíritos, que vêm sustentá-lo nas suas boas resoluções e inspirar-lhe bons pensamentos."