sábado, 10 de maio de 2014

De repente, me vejo na dúvida em qual livro escrever primeiro...
Tenho tanta inspiração, recebo de Deus pensamentos e ideias maravilhosas para transmitir por meio da escrita, utilizar da melhor forma possível este dom divino de usar as palavras para o bem... e agora tomei a decisão de escrever um livro de poesias e deixar, momentaneamente, de lado o outro livro espírita que está quase na metade.
Comecei a escrever poesias com minha linda mãe, e agora esta dádiva de escrevê-las novamente surgiu de repente, quando menos esperava.
Talvez pela simples razão de sentir a presença maravilhosa de minha mãe sempre ao meu lado, de ver tantas borboletas que ela me manda como um beijo doce para alegrar meus dias.
E também, pelo amor imenso que tenho pelo meu marido e receber dele todo carinho, atenção e segurança para criar poesias muito românticas e traduzir por meio de palavras sentimentos de carinho e ternura que tenho por ele.