quinta-feira, 3 de julho de 2014

Consolador Prometido


"O Espiritismo vem no tempo marcado cumprir a promessa do Cristo: o Espírito da Verdade preside a seu estabelecimento. Chama os homens à observação da lei de Deus; ensina todas as coisas, fazendo que se compreenda o que o Cristo disse em parábolas."

"O Cristo disse: "Que ouçam os que têm ouvido para ouvir"; o Espiritismo vem abrir os olhos e os ouvidos, pois fala sem figuras e sem alegorias. Levanta o véu deixado de propósito sobre certos mistérios; vem, enfim, trazer uma suprema consolação aos deserdados da Terra e a todos os que sofrem, dando uma causa justa e um objetivo útil a todas as dores."

"Assim, o Espiritismo realiza o que Jesus disse do consolador prometido: conhecimento das coisas, que faz com que o homem saiba de onde vem, aonde vai, e porque está na Terra; um chamamento aos verdadeiros princípios da lei de Deus, e consolação pela fé e a esperança." 

Allan Kardec, o Evangelho segundo o Espiritismo, Cap. VI



"Ser espírita não é ser nenhum religioso, é ser cristão. 
Não é ostentar uma crença, 
é vivenciar a fé sincera.
Não é ter uma religião especial;
é deter uma grave responsabilidade.
Não é superar o próximo;
é superar a si mesmo.
Não é construir templos de pedra, 
é transformar o coração em templo eterno."
Allan Kardec