quinta-feira, 3 de julho de 2014

*O tempo de Deus*


"O tempo de Deus é matematicamente justo. E é exatamente aquele em que é necessário para que ocorram os fatos esperados.


Nós é que não temos a noção das nossas reais necessidades e por isso, injustamente, creditamos a Deus a demora pela realização de nossos desejos, ou pela ajuda que pedimos.



Certos fatos, embora desagradáveis aos nossos olhos são necessários para a nossa evolução e nosso crescimento. Compare as dificuldades diárias, como os primeiros dias em uma empresa ou escola. Quando chegamos, encontramos o desconhecido, parece que estamos abandonados a nossa própria sorte, dá vontade de ir embora e aquele frio na barriga vai ficando cada vez mais desconfortável. Mas acabamos lutando e insistindo na adaptação desse período de experiência, acabamos descobrindo novos amigos e pessoas que poderão marcar nossas vidas pela eternidade. No decorrer da nossa jornada descobrimos novos prazeres, alegrias e surpresas que darão a bagagem necessária para a nossa viagem neste planeta.

Então, se você está passando por um momento difícil, é necessário ter a fé e a razão unidas em um só pensamento para que a melhor solução venha a acontecer. É importante que a sua fé seja pura e ao mesmo tempo racional, para que a transformação, que é reconhecida como milagre, aconteça em sua vida. Então, se você crê em Deus, é natural acreditar em milagres, em transformações.



Tudo aquilo que é impossível para os olhos e poderes humanos é natural para Deus, basta que você realmente creia e aguarde o tempo necessário para a realização, porque se for da vontade de Deus, pode apostar que o seu desejo vai se realizar, a cura vai acontecer, o que estava desenganado vai renascer e o que todos diziam impossível tornar-se-á realidade.

O melhor de tudo ainda é orar, agir, acreditar e fazer a sua parte. Fazer o que realmente tem de ser feito. Use a alegria, o otimismo, a certeza, a adoração, a fé, e entregue tudo nas mãos de Deus, e assim como Jesus, repita com sinceridade: "Que seja feita a vontade do meu Pai, e não a minha".

Creia, neste dia, e tudo vai começar a mudar."



Paulo Roberto Gaefke