domingo, 6 de julho de 2014

Porque sou Espírita



Muitas pessoas têm uma visão equivocada do Espiritismo. Confesso que também tinha antes de conhecê-lo melhor.
Na verdade, precisei conhecer a doutrina Espírita pela dor e não pelo amor... Quando "perdi" minha mãe num acidente terrível, fiquei completamente desconsolada, pois nós éramos muito amigas, ela era a luz da minha vida, nosso laço de amor e de compreensão mútua era impressionante. E quando ela se foi, me vi completamente sozinha, frágil, a vida perdeu completamente o sentido, pois a partida dela aconteceu de uma maneira muito brusca, estávamos conversando e rindo muito e, quando menos esperava, minha vida tinha se transformado em meu pior pesadelo.
Neste momento de imensa tristeza, minhas amigas, muitas pessoas próximas a mim, e meus familiares me aconselhavam a procurar um Centro Espírita para me sentir mais consolada, para entender os desígnios de Deus e para encontrar paz no meu coração.
Mas eu sentia muito medo, achava impossível e muito estranha a comunicação entre vivos e "mortos", pensava que tudo isso era loucura...
E numa bela noite, nem sei como acabei indo sozinha a um Centro Espírita, na verdade acredito que fui guiada para lá pela minha Mãe e também por espíritos amigos que queriam ajudar a me reerguer. 
Quando cheguei ao Centro, estava completamente perdida, doente, numa condição emocional e física deplorável, vinte quilos a mais, tomando muitos remédios para tentar amenizar minha depressão profunda e uma síndrome do pânico absurda, com crises agressivas de asma, enfim... em uma situação completamente terrível.
Lá no meu Centro, encontrei todo o amparo espiritual que eu precisava, tomei muitos passes magnéticos e também com médiuns incorporados, pude ouvir palavras de fortalecimento, fiz tratamento espiritual de cura para a depressão e a síndrome do pânico e, em três meses, comecei a melhorar de uma maneira impressionante.
Conhecendo a Doutrina Espírita, perdi meus medos e passei a entender os ensinamentos de Deus, pois no Centro Espírita nós aprendemos a Doutrina de Jesus, mas de uma maneira muito diferente, mais simples, estudamos as leis de Deus com explicações claras e práticas, algo que não encontrei em outras religiões.
Na verdade, o Espiritismo para mim significa muito mais que uma religião, é meu guia para a vida, para acalmar meu coração e me trazer toda a luz necessária para compreender tudo que acontece comigo.
Hoje sou frequentadora assídua, participo de trabalhos de desenvolvimento espiritual, tomo passes e aprendo muito com as explanações do Evangelho, leio muitos livros Espíritas que me auxiliam e me fortalecem sempre.
E toda esta paz maravilhosa mudou muito minha vida, hoje sinto saudades da minha Mãe, mas tenho a compreensão de que Ela está sempre comigo, que nossa separação é apenas momentânea, que um dia estaremos juntas novamente na eternidade, mas enquanto isso não acontece estou cumprindo o que minha Linda Mãezinha mais quer que é viver bem e feliz, realizando meus sonhos, aproveitando esta oportunidade riquíssima que é estar viva, sem tristeza e sem sofrimento.
E para chegar nesta paz interior que agora sinto plenamente, precisei de muita dor e lágrimas incontáveis, pois somente através da compreensão do amor e da bondade infinita de Deus, do entendimento de que os planos Dele são perfeitos, comecei a aceitar com resignação tudo de ruim que aconteceu em minha vida.

Por todas estas razões escolhi ser Espírita, escolhi a luz e a paz, e aprendi que ser feliz é uma escolha, aceitar as dificuldades e se fortalecer com os desafios da nossa vida são atitudes possíveis, depende apenas de nós e de nossa vontade de melhorar, pois Deus sempre nos oferece a oportunidade grandiosa de seguirmos os Seus sagrados passos, de encontrarmos Sua luz maravilhosa e vivermos nossa vida com a confiança e a fé do amor imenso que nosso Pai Maior tem por todos nós.